História

Antes da AAAP

De 1903 até 1955, a organização de prática esportiva na Escola Politécnica foi coordenada pelo Departamento de Esportes do Grêmio Politécnico.

Em 1934, o Departamento de Esportes do Grêmio Politécnico passou a usar a denominação Associação Atlética Acadêmica Politécnica, mas continuou ligado ao Grêmio Politécnico. Nesse mesmo ano, foi fundada por iniciativa de alunos politécnicos (e de algumas outras faculdades), a FUPE (Federação Universitária Paulista de Esportes), entidade com o objetivo de congregar as Associações Atléticas Acadêmicas de todo o estado. A FUPE foi uma das maiores federações universitárias de esportes do Brasil, e chegou a contar com mais de 69 atléticas.


O Início

Finalmente em 1956, por iniciativa de Paulo Lessa da Fonseca, José Carlos de Andrade Nadalini, Biro Ernesto Zeitel, Carlos Rocklitz e Eduardo Fontes de Oliveira, a AAA Politécnica se tornou um órgão independente e totalmente desvinculado do Grêmio Politécnico. Resolveu manter o nome em homenagem à própria escola e para uma identificação mais rápida para os leigos. Em junho do mesmo ano, foram realizadas as primeiras eleições para a diretoria da AAAP. O vencedor e primeiro presidente foi Antônio Arnaldo de Queiroz e Silva.

Fatos interessantes

Em 1940 foi realizada a primeira edição de uma das mais tradicionais competições universitárias: a Pauli-Poli, coordenada pela AAAP e pela AAA Pereira Barreto (Escola Paulista de Medicina). Conhecida como “Competição Majestade” do esporte universitário, a Pauli-Poli chamava a atenção dos paulistanos, seja pelas acirradas disputas esportivas ou pelos eventos paralelos, como shows, bailes e o concurso da garota Pauli-Poli. Em 1941, foi transmitido pela primeira vez um jogo de basquete pelo rádio. Era um jogo da II Pauli-Poli, e foi narrado por um radialista então novato, o hoje conhecidíssimo Pedro Luiz. A Pauli-Poli foi realizada até 1992, quando se tornou inviável, e voltou a ser disputada em 2000.


Esportes de Alto Rendimento

Muitos recordistas brasileiros e sul-americanos já defenderam as cores azul e amarelo da AAAP. Entre eles, estão: João Carlos Fonseca, Celso Pinheiro Dória, José Carlos de Figueiredo Ferraz, Paulo Lainetti, Hollar Caffagni, Ícaro de Castro Melo e Elizabeth Clara Muller. Pelo time de futebol, já passou o ex-governador de São Paulo Mário Covas, falecido recentemente e eternizado na memória da nossa Atlética. O ex-governador Paulo Maluf já fez parte de nossa equipe de hipismo.